Menu

Presidente da TAP ouvido na Polícia Judiciária

Presidente da TAP ouvido na Polícia Judiciária

O presidente da TAP, Fernando Pinto, foi ouvido nesta terça-feira na sede da Polícia Judiciária Portuguesa (PJ) como testemunha, num processo relativo à privatização da Groundforce, segundo fonte oficial da companhia aérea.

De acordo com a mesma fonte, o processo em causa resulta de uma denúncia anónima relativa à privatização da Groundforce, empresa de assistência nos aeroportos ('handling') que foi concluída em 2012.
A 5 de Dezembro de 2011, o Grupo Urbanos chegou a um acordo de princípio com a TAP para a compra de 50,1% do capital da Groundforce. No mês seguinte, a privatização recebeu luz verde da Autoridade da Concorrência e em Junho de 2012 da Direcção-Geral da Concorrência da União Europeia.
Fernando Pinto já foi ouvido outras vezes depois de fonte anónima ter denunciado má gestão no grupo TAP.
Fonte: Expresso

back to top