Menu

Presidente Filipe Nyusi lança ofensiva sem tréguas a assassinos de albinos

Presidente Filipe Nyusi lança ofensiva sem tréguas a assassinos de albinos

O Presidente da República de Moçambique, Filipe Nyusi, apelou a um «combate sem tréguas» aos que matam albinos no país, um fenómeno que tem ganho dimensão e que exige uma intervenção firme do executivo.

«O Governo já instruiu as forças de defesa e segurança para serem implacáveis na busca e detenção de quem se dedica a tais crimes. Os albinos são pessoas normais como todas as outras», frisou Filipe Nyusi.
A perseguição aos albinos é comum em certos países da África Central, por motivos de superstição, mas tem-se alargado a países da África Austral. De resto, as autoridades acreditam que o crescimento deste fenómeno em Moçambique tem origem na vizinha Tanzânia, onde os curandeiros e feiticeiros chegam a pagar 75 mil dólares por um conjunto completo de partes do corpo de albinos para o fabrico de amuletos e práticas de feitiçaria relacionadas com sorte, amor e riqueza. Isto segundo um relatório da Cruz Vermelha Internacional.
O fenómeno está, para já, confinado às províncias do norte de Moçambique e as autoridades querem não só evitar que se alastre como erradicar a prática deste crime na origem.
Fonte: A Bola (textode António Mavila, Moçambique)

back to top