Menu

Benfica cai com estrondo no Bessa

Benfica cai com estrondo no Bessa

O Benfica perdeu, este sábado, frente ao Boavista (2-1), num jogo relativo à 6.ª jornada da I Liga. Os encarnados estão longe de estar ao nível das épocas anteriores e esta tarde voltaram a marcar passo.

O jogo com os axadrezados até começou por ser dominado pelas águias, mas na segunda parte a formação da casa assumiu as despesas do jogo, acabando por derrotar o tetracampeão nacional.
O jogo no Bessa foi praticamente iniciado pelo golo de Jonas (7’). O avançado brasileiro apareceu no sítio certo, e à hora certa, para corresponder da melhor maneira a um belo cruzamento (mais um) de Zivkovic. O avançado brasileiro é letal e exímio neste tipo de lances, e, de cabeça, abriu o marcador.
O Boavista não demorou em reagir e até chegou a introduzir a bola na baliza à guarda de Bruno Varela. Bulos desmarcou-se bem, bateu o guardião encarnado, mas foi assinalado um fora de jogo.
Os minutos iam passando, o jogo ia correndo, e o Benfica começava a assumir o total controlo do jogo. Por seu turno, e depois de ter começado o jogo com um bloco muito subido, o Boavista começava a baixar linhas, o que explicava a falta de mais oportunidades de golos.
Ainda antes do intervalo, destaque para duas intervenções de Vagner. O guardião axadrezado mostrou estar em boa forma, ao afastar o perigo causado por Jonas, num lance de bola parada, e Zivkovic, com o sérvio a disparar forte e colocado mas com Vagner a negar o golo.
... antes do descalabro
Na segunda parte, a formação axadrezada conseguiria mesmo marcar, desta vez para valer. Na sequência de um canto, e depois de alguma falta de concentração por parte dos jogadores encarnados, a bola acabou por sobrar para Renato Santos que, com apenas Bruno Varela pela frente, atirou para o fundo das redes (55’).
O golo elevou os níveis anímicos do Boavista, ao passo que o Benfica parecia acusar o golo sofrido. O conjunto de Rui Vitória tentava reagir mas esbarra sempre em Vagner. Com maior ou menor dificuldade, o guardião axadrezado ia chegando para as encomendas.
Aos 75 minutos, novo balde de água fria para o Benfica, desta vez com culpas para Bruno Varela. Na conversão de um livre directo, Fábio Espinho remata forte e o guardião encarnado tenta socar a bola. No entanto, a abordagem acabou por resultar num 'frango' que colocou os axadrezados na frente do marcador.
Rui Vitória mexeu, desesperou, e até meteu a equipa jogar com três defesas, mas nada conseguiu alterar. O Benfica caiu com estrondo no Bessa e pode ver a distância para os rivais aumentar já este fim de semana. Caso Sporting e FC Porto ganhem, os encarnados ficam a cinco pontos de ambas.
Momento do jogo: O 'frango' de Bruno Varela. Há um ano, seria pouco provável que o Benfica sofresse um golo por causa de uma má abordagem. O que é facto é que Bruno Varela está longe do nível exibido por Ederson na Luz. Há potencial, mas falta experiência. O golo consentido no Bessa poderá ter comprometido a titularidade do guardião que foi repescado ao Vitória de Setúbal.
Fonte: Notícias ao Minuto

back to top